Noticias Novidades

Stream de Desenvolvimento 06/03 – Maldição Carmesim

By on 6 de março de 2019

Sejam bem-vindos, gwenteiros e gwenteiras, ao resumo da stream de desenvolvimento do dia 06/03!!! Após a revelação oficial da primeira expansão do Gwent (Maldição Carmesim) na última segunda-feira, não tardou para que as revelações das cartas/leaks tivessem início. E que forma melhor de revelar novidades do que com uma transmissão em tempo real?

Para aqueles que ainda não conferiram a stream na íntegra e preferirem assisti-la em inglês (atualmente sem legendas), segue o vídeo enviado pela própria CDPR em seu canal do Youtube:


Ao longo desta primeira transmissão, Burza e Ostrowski não apenas comentaram as cinco cartas já reveladas previamente, como também trouxeram à tona dez novas cartas inéditas (que já podem ser conferidas através do site oficial da expansão) e fizeram breves comentários sobre os planos da equipe de desenvolvimento do jogo para o futuro!!! Sendo assim, sem mais nem menos, segue o nosso habitual “Resumo Taverna” dessa transmissão:

Novidades:

  • Diversas novas palavras-chave serão adicionadas ao jogo e substituirão algumas habilidades de cartas atuais, assim como também farão parte do conjunto de novas cartas da expansão. Serão elas:
    • Elo: Controle uma cópia de uma unidade para obter um bônus.
    • Golpe Fatal: Mate a unidade para obter um bônus.
    • Purificar: Remove todos os status de uma unidade.
    • Frenesi: Aciona o efeito quando a unidade tem metade ou menos da força base.
    • Formação: Quando jogado na fileira corpo a corpo ganha zelo; na fileira de alcance recebe +1.
    • Assimilar: Sempre que você jogar uma carta que não iniciou o jogo no seu baralho, aumente o valor em 1.
    • Harmonia: Sempre que você joga uma unidade Scoia’tael com categoria principal que nenhum outro aliado compartilha, aumenta o valor em 1.
    • Sangramento: Status que danifica uma unidade em 1 no final do turno.
    • Escudo: Status que bloqueia a próxima ocorrência de dano causado a uma unidade (da mesma forma como funcionava o antigo Sinal Quen).
    • Veneno: Se uma unidade tiver dois status de Veneno, destrua-a.
    • Domínio: Acione essa habilidade se você controlar a unidade mais alta.
    • Vitalidade: Status que aumenta uma unidade em 1 no final do turno.
  • Assim como mencionado anteriormente, 10 novas cartas foram reveladas durante a transmissão. Seguem suas artes, nomes e efeitos em português (tendo como fonte o site oficial de Gwent em português brasileiro):

Alpor
Mobilização: causa 2 de dano a uma unidade inimiga. Caso ela esteja com sangramento, drena em vez disso.

 

Banquete de Sangue
Causa sangramento a uma unidade inimiga por 6 turnos. Se você controla um vampiro, ele é purificado primeiro.

Vidente Imperial
Assimilar.

Vivienne de Tabris
Mobilização: define o poder de uma unidade equivalente ao seu custo de recrutamento.

Artífice de Cintra
Formação.
Ordem: concede escudo a uma unidade aliada.

Rei Roegner
Mobilização, Corpo a corpo: remove os escudos de todas as unidades e reforça em 3 a si para cada escudo removido.

Ente Louva-a-Deus: Espreitador
Emboscada: concede veneno à próxima unidade usada pelo oponente e a transforma em Ente Louva-a-Deus: Desperto. Zelo.
Ordem: transforma em Ente Louva-a-Deus: Desperto

Ente Louva-a-Deus: Desperto
Nenhuma habilidade
(Transformação do artefato em criatura)

Sussurrante da Floresta
Mobilização, Corpo a corpo: concede veneno a uma unidade inimiga.
Mobilização, Longa distância: concede escudo a uma unidade aliada.

Artis
Longa distância: sempre que uma unidade é usada, causa metade do seu poder como dano.

Svalblod: Fanático
Frenesi: transforma em um Urso: Abominação.

Urso: Abominação
Condenado.
(Transformação de Svalblod: Fanático quanto em Frenesi
Comentários dos Desenvolvedores:
  • Um Servidor de Testes Fechado da expansão (ou seja, com acesso restrito à convites) já está disponível para os jogadores selecionados – em sua maioria pro-players e streamers grandes – desde a última segunda-feira e vem recebendo um feedback bastante positivo por parte dos mesmos (inclusive, a cima do esperado)!!!
  • Atualmente, a facção de Reinos do Norte vem sendo pouco consistente graças aos motores dos baralhos que são extremamente vulneráveis. Sendo assim, a ideia é implementar novas cartas que possam protegê-las para que, ao mesmo tempo que se tornem mais fortes e consistentes, possuam certo custo para que se mantenham vivas.
  • Windhalm de Attre, uma das cartas reveladas na última segunda-feira, será uma carta com dois de poder e escudo, recebendo dois pontos de reforço no final de cada turno aliado caso consiga manter possua escudo. A equipe ressaltou que há, sim, como ganhar o bônus por meio de escudos concedidos por aliados.

  • Ostrowski explicou que o efeito de escudo foi afastado do jogo por certo tempo por conta do medo dos desenvolvedores de que a habilidade “saísse de controle”. Além disso, o designer de jogabilidade também comentou que a equipe não teme mais esse tipo de efeito, visto que agora há status (como o de Sangramento), habilidades de líder e cartas que pequenas quantidades de dano, permitindo que possam ser counterados com mais facilidade do que no estágio de beta do jogo. Essa palavra-chave será bastante recorrente na facção de Reinos do Norte, mas não será uma mecânica de facção – em outras palavras, qualquer facção poderá possuir unidades contendo a mesma.
  • A palavra-chave bloquear não mais desabilita os status de uma unidade, apenas as habilidades dele. Agora, para remover status, é necessário utilizar a mecânica de purificar.
  • As entidades, ou treants, em inglês, serão uma nova categoria principal de criatura que irá se juntar aos Scoia’tael, mas a expansão não se limitará à união das mesmas com as dríades – após a expansão, Scoia’tael contará com cerca de 12 categorias primárias diferentes disponíveis.
  • Harmonia funcionará com base nas categorias primárias das cartas jogadas no campo de batalha. Em outras palavras, será mais forte em baralhos com diversificação de raças. Também ressaltou-se que a mecânica funcionará de forma semelhante à de prosperar, não recebendo reforços por unidades que já estavam no campo de batalha anteriormente.
  • A equipe considera que a facção de Monstros é um ótimo exemplo de como diversos arquétipos podem funcionar bem em conjunto (a mesma é tida como parâmetro para tentar melhorar as demais). Outro comentário interessante por parte da equipe é que, atualmente, a facção se baseia muito em sua própria estratégia, dependendo muito pouco das jogadas dos inimigos para realizar suas jogadas. Sendo assim, a ideia é que, com a expansão, amplie-se a diversidade das habilidades de monstros, fazendo com que os jogadores interajam mais com os adversários.
  • Apesar de não poder entrar em grandes detalhes, Ostrowski comentou sobre a volta do efeito de fileira Lua Sangrenta, removido do jogo com a atualização Homecoming.
  • O time de balanceamento não crê que o Plumard se torne uma carta muito forte. Apesar de custar apenas 4 provisões e possuir um potencial de 5 pontos de poder por cópia (sem levar em conta que o potencial da segunda passa para 7 pontos caso a mecânica de Elo seja ativada), a criatura não fará tanto valor normalmente, pois deverá ser jogada em situações específicas nas quais, ainda sim, pode ser neutralizada pelo efeito de purificar ou vitalidade.
  • Apesar de muitos jogadores considerarem Skellige a facção mais forte do jogo, o time de desenvolvedores comprovou que a facção possui uma das menores taxas de escolha e está satisfeito com seu estado atual.
  • Na maioria dos casos, Frenesi será uma mecânica de efeito positivo para as cartas, recompensando o jogador por danificar suas próprias unidades. Lutador Desgraçado (cujo nome oficial em português ainda não se encontra disponível) será a única carta com efeito negativo por enquanto, sendo uma tentativa inicial de trazer múltiplas abordagens para o mesmo efeito.
  • A equipe ressaltou que todos os cálculos de média do jogo são arrendondados para cima – inclusive o de Frenesi.
  • Os desenvolvedores não estão contentes com o estado atual de Nilfgaard e prometeram “dar uma olhada na facção”, o que envolverá não apenas a adição de novas cartas e mecânicas, como o rebalanceamento e a reformulação das antigas (do Conjunto Básico, por exemplo).
  • Aparentemente, o baralho de espiões promete voltar com certa força ao jogo: Ostrowski prometeu um novo espião e cartas que possuam certa sinergia com o arquétipo para que possa se sustentar (mesmo que não seja um deck tier 1).
  • A mecânica de Golpe Fatal, acionada após destruir uma criatura, sempre ocorrerá antes da mecânica de Desejo de Morte.
  • Purificar e bloquear irão sempre remover a mecânica de Condenado da unidade-alvo, caso haja.
  • As cartas do Conjunto Básico passarão, sim, por balanceamentos após o lançamento da  expansão Maldição Carmesim. Entretanto, a equipe promete realizar apenas mudanças estritamente necessárias, querendo focar no futuro do jogo, e não no passado.
  • Segundo Ostrowski, a expansão, que lançará no dia 28 de Março, contará com 105 novas cartas, das quais 101 serão colecionáveis – durante a transmissão, não ficou claro se as quatro cartas restantes seriam apenas fichas ou se seriam cartas obtidas de forma não-convencional ou que não poderiam ser utilizadas no modo padrão.
  • Começando na quinta-feira, dia 07/03, diversos criadores de conteúdo ao redor do mundo irão revelar novas cartas da expansão – Serão realizados vazamentos-surpresa por parte dos mesmos.
  • Por fim, mas não menos importante, ainda haverão outras transmissões de desenvolvimento relacionadas à expansão no futuro e é possível esperar muitas novidades chegando durante o Gwent Open #8, que ocorrerá entre os dias 16 e 17/03.

Esperamos que tenham gostado de nosso resumo, gwentadores rivianos!!! Uma ótima semana a todos!!!

TAGS
RELATED POSTS

pESQUISA
PODCAST TVR TAVERNA DE RÍVIA

Visitem nosso Canal Youtube
DICAS THRONEBREAKER
RESENHA DA TAVERNA
cyberpunk 2077
Entrevista com Radu Andrada
Facebook
PARCEIROS – GWENTIZANDO

PARCEIROS VALE DO PONTAR

PARCEIROS – Andrzej Sapkowski

TEAM – TAVERNA DE RÍVIA

TÓPICOS RECENTES