Cultura Nerd Curiosidades Jogos Lançamento Noticias Novidades ps4

Death Stranding um “filme” enigmático e complexo

By on 7 de novembro de 2019

ATENÇÃO! CONTÉM SPOILERS!

Um dos jogos, se não o jogo mais esperado do ano finalmente foi lançado!

Death Stranding estará entre nós no dia 8 de novembro e entre opiniões divergentes entre quem já recebeu o jogo antecipado para realizar testes e produzir conteúdo, o jogo promete muitas surpresas.

 

Hideo Kojima, diretor e produtor de Death Stranding, anunciou o jogo oficialmente na E3 de 2016 durante a conferência da Sony.

Com o sucesso da franquia Metal Gear que é enquadrada na categoria stealth, muito se questionava sobre o conceito que seria apresentado em Death Stranding e apesar do jogo ainda trazer muito do stelth, o conceito do jogo é completamente diferente e segundo o próprio Kojima, não se enquadra em nenhum já existente.

 

Enredo e detalhes da gameplay

Na história do jogo o personagem Sam Porter Bridges, baseado esteticamente no ator Norman Reedus é um “portador” e precisa entregar diversos itens em pontos diferentes de um grande mapa para ajudar a reconectar e colocar esses pontos dentro de uma rede “quiral”, que pode auxiliar na reconstituição da América.

Após um evento chamado “Death Stranding” o mundo dos vivos se misturou ao mundo dos mortos, os DOOMS são sobreviventes que adquiriram a habilidade de sentir, ver ou ouvir as EP’s, de acordo com o nível de sua habilidade.

Sam, é um repatriado. Repatriados podem voltar da emenda à vida após ser morto, além disso ele também é um DOOM com a habilidade no nível 2, que dá a ele a possibilidade de sentir a presença das EP’s, mesmo sem a utilização de nenhum equipamento.

Sim, Sam tem a habilidade de transitar pelo mundo dos mortos e dos vivos.

Muitas cutscenes explicando a história são exibidas durante a gameplay, muitas, muitas mesmo! rs Sabemos que o sonho do Kojima era ser diretor de filmes, mas ele acabou no mundo dos jogos. Apesar de parecer mais “um filme” interativo em alguns momentos, mesmo com aproximadamente 3 / 4 horas de jogo ainda não dá para entender muito bem a história, apenas obter muitas informações.

Durante suas entregas, Sam enfrentará diversos perigos e obstáculos, como caminhos tortuosos, rios, as tais EP’s que são seres bem misteriosos do mundo dos mortos, problemas com pesos e equipamentos e até mesmo as chamadas “mulas” que tentarão roubar a sua carga e podem até mesmo rastreá-lo durante o caminho.

Uma peculiaridade sobre o personagem é que ele sofre de “afefobia”, “afe” vem da palavra “afeto” e “fobia” vem do grego que significa “medo”, esta é uma fobia que consiste em pessoas com medo exagerado de serem tocadas, seja de forma sexual ou não.

Uma possível explicação para isso é que logo nas primeiras horas do jogo, nós vemos que a relação de Sam com sua mãe não é das melhores, o que pode indicar a participação dela nessa fobia de Sam. Um outro detalhe é que a mãe de Sam é a presidente da América.

Além de um enredo enigmático o jogo ainda conta com vários outros detalhes que fazem a experiência da gameplay muito mais imersiva, por exemplo, ver alteração da condição climática em um jogo é sempre muito legal, porém em Death Stranding chover apesar de visualmente bacana, não é nada bom para o personagem. A chuva é tóxica e traz uma substância que assim que toca qualquer coisa faz ela envelhecer imediatamente.

Pelo caminho você poderá visualizar e colocar placas avisando sobre é possível encontrar ali, bem estilo Dark Souls mesmo. Dá para avisar sobre chuva, EP’s, problemas com o solo, mulas, melhores direções para seguir e etc.

 

Expectativa e Metacritic

Até o momento o jogo conta nota 83 no Metacritic, lembrando que ainda não foi lançado oficialmente e apenas influenciadores do meio receberam o jogo para fazerem conteúdo.

Muitas opiniões diferentes foram oferecidas a comunidade que esperava e muito pelo jogo, mas de modo geral elas foram bem favoráveis a mais nova obra de Kojima.

A verdade é que Death Stranding, não é um jogo de ação, envolve pouquíssimo combate, para quem estava esperando algo parecido nem que fosse de longe com Metal gear, caiu do cavalo. Porém ele entrega sim uma gameplay com muita qualidade, uma história riquíssima em detalhes, com uma complexidade ímpar, paisagens incríveis e para quem gosta de uma boa exploração, é um prato cheio!.

Death Stranding é exclusivo temporariamente para PlayStation 4, chega aos consoles dia 8 de Novembro e em 2020 chega aos PC’s.

TAGS
RELATED POSTS

O trailer de The Witcher anuncia uma data de lançamento em 20 de dezembro.

pESQUISA
PODCAST TVR TAVERNA DE RÍVIA

Visitem nosso Canal Youtube
DICAS THRONEBREAKER
RESENHA DA TAVERNA
cyberpunk 2077
Entrevista com Radu Andrada
Facebook
PARCEIROS – GWENTIZANDO

PARCEIROS VALE DO PONTAR

PARCEIROS – Andrzej Sapkowski

TEAM – TAVERNA DE RÍVIA